O Sabadell e a foto da vergonha

O Banco Sabadell recebera do Governo espanhol o Banco Gallego limpo de “activos tóxicos”. Os paganini fomos todos nós através dos impostos que pagamos sempre que saímos à rua e compramos pão ou qualquer cousa.
Também se você compra uma casa ou monta uma empresa, e passados uns anos essa casa perde valor, terá que continuar a pagar-lhe ao banco que lha financiou. Mas olhe: dado que a casa-empresa entra no balance do banco com menos valor, isso gera umas perdas. E quem sufraga essas perdas? exacto! Outra vez você através dos seus impostos.
Estamos ante o calote da dobre imposição. Mais grave e descarada que o do dobre pago que você realiza quando lhe cobram outra vez por serviços sanitários ou educativos. Este sistema fundamenta o funcionamento do Estado, que vende a sua dívida (ou seja essa que você tem que pagar) aos bancos. Estes bancos obtêm financiamento dos bancos alemães e do Banco Central Europeu, polo que o sistema tem que funcionar ou estes acabariam por ser os paganinis finais em lugar de você.
O Banco Sabadell acaba de publicar a foto da vergonha. http://www.farodevigo.es/galicia/2014/04/02/oliu-ficha-jose-silveira-y/997678.html
Para que pareça que você como galego ou galega forma parte dos benefícios do sistema, mete uns quantos caciques marulos locais, empresários de meio pêlo num conselho de anciãos. A imprensa aplaude entusiasta à espera de novos contratos publicitários. Os nacionalistas aliviados porque há “empresariado galego”. E você continue a pagar.
Outro sistema é possível. Outra Europa pode ser. Não queremos fotos de marulos, queremos estar todos e todas na foto e com poder de decidir. O 25 de maio você tem a palavra.